Artigos

CRÔNICAS, CLAMOR PELO PATRIOTISMO DE TODOS

Crônicas, clamor pelo Patriotismo de todos.

 
O Falastrão Hipócrita 
É aquele que fala demais, que sabe a verdade, mas distorce  para satisfazer seus interesses pessoais ,  um linguarudo inconveniente ,indiscreto ,sua conduta é pautada por intrigas .
É um fanfarrão, impostor, mentiroso, conversador, e é hipócrita por que finge , ter qualidade , atributos ,sentimentos e vai contra as próprias palavras , que diz , que apregoa no seu dia a dia este é ,um falastrão hipócrita .
Nos últimos dias temos ouvido palavras de um ministro reprovado na sua conduta quanto a um episodio envolveu o ministro Moro  e alguns procuradores , que trouxeram benéficas mudanças para o mundo politico nacional pessoas que colocaram freio na depravação moral encontrada em quase todas as áreas no meio publico do nosso país , pessoas que gozam de solidariedade de homens de bem . No entanto há um ministro falastrão, hipócrita que as critica com leviandade e comum da magistratura, é o ministro, do supremo  que semeia a discórdia , sabedor que todos os juízes falam com promotores , partes e advogados  como se ele nunca tivesse feito isso , ele que vai muito mais além do admissível pelos costumes , pela tradição e pela lei não se julgam suspeito , impedido  quando pelas suas mãos são proferidos despachos sempre libertando , biltres com os quais tem proximidade , parentesco , afinidades politicas ,e este homem é Gilmar Mendes que como alguns outros poucos colegas vivem julgando fora dos altos ,pela mídia com o comportamento de ditador do supremo isto tem trazido malefícios a segurança jurídica , quando sozinho ,sem um admirador que eu conheça , se coloca sempre contra aqueles que querem introduzir benefícios ,costumes na vida politica nacional , não aceita criticas e persegue colgas , que dele descordam ,digo isso com 45 anos de advocacia apoiado pela liberdade de expressão assegurado pela nossa carta magna e pelo meu protetor instituto legal de jornalista que me ampara , e digo apenas uma verbal , a intolerância , precipitada conduta que vai contra todos preceitos que apontam a direção a segui para o magistrado . Nada de pessoal contra o ministro nominado, mas sim movido pelo amor a Pátria que me deu muito, e que chego a dizer isto. Apresentando escusas ao ministro sê-o ofendi, mas sem sentimentos, mesquinhos sem ser ouvido da nação e gritar unamos as no as nossas mãos entorno do nosso amor pelo Brasil conclamando a todos para deixar o que for mesquinho  e batalhar cotidianamente pelo crescimento e grandeza do nosso país .
No episódio que comento, o crime consiste, na violação das conversas telefônicas privadas entre o ministro e procuradores, e o que há de criminoso está no modo de agir dos que agrediram, e desobedeceram  aos dispositivos constitucionais ,art-5 da constituição federal e art-150 e 151 do código penal, que consagram a garantia da violabilidade da correspondência , da vida pessoal, sendo crime também apoiar os infratores e compartilhar com outros os segredos , aqueles que comentem tais crimes  movidos por interesses econômicos , pulsões pelo poder da ignorância ocorrendo o rosário de delitos dos que agem contra a lei não havendo a criminalidade na conversa mantida reservadamente entre duas pessoas , e tudo isso seja a nossa súplica para que tenhamos patriotismos e transformemos realmente o país em que nascemos e vivemos é o exemplo universal .
Antes  de por termo a nossas considerações , de cunho institucional e não pessoal  registramos frase do ex-presidente Jânio Quadros segunda a qual   `` O maior orgasmo que o homem podia sentir era o exercício do poder. ``, mas esclarecemos que nesta crônica e na vida seguimos a sabia frase de Martin Luther king , segunda a qual  ``O que me preocupa não é grito dos maus , e sim o silêncio dos bons.``
 
AUTOR: Odilon Lima Fernandes 
ADVOGADO OAB-PB1268, JORNALISTA INSC. MT- 3105 PROFESSOR DE HISTÓRIA SOCIÓLOGO E POS-GRADUADO EM CIÊNCIA POLÍTICA.

“O documento em cópia oferecido para prova poderá ser declarado autêntico pelo próprio advogado sob sua responsabilidade pessoal”.