Artigos

ADFAS e DIGNIDADE

Estamos todos os dias recebendo uma gama considerável de informações, de fatos que nos convencem cada vez mais da necessidade de se tornar do conhecimento de todos o direito que as pessoas têm de ser tratadas com dignidade. Não prosperará a falta de respeito ao semelhante com a quebra de preceitos legais sagrados, quebra de máximas constitucionais, sociais e de princípios humanitários, não se justificando a agressividade de muitos debates, necessitando chamar o feito à baila, para, qualquer que seja ele, ser discutido antes de tudo com respeito à norma legal, que atende aos anseios sociais.

Caso não seja assim a vida social e seremos levados à autodestruição, pois para que sobrevivamos é indispensável o respeito ao rosário de princípios e normas que são capazes de assegurar, como tem sido feito até hoje, a nossa sobrevivência em decorrência de limites estabelecidos pela grande diversidade de princípios e regras para que não ultrapassemos no calor dos embates os limites indispensáveis para a vida em comum. Paremos um pouco sempre que possível e façamos reflexões que, com certeza, nos darão a convicção de que precisamos obedecer as mais diversas espécies de leis que impossibilitam a barbárie que se enxerga de uma forma temerária hoje em dia.

No front da batalha que se vem travando ainda temos reservas de liderança que mantêm acesa a própria razão de respeitarmos uns aos outros, sendo admissível qualquer debate desde que mantido o limite que assegura a manutenção do respeito à dignidade. É até um dever dizermos muito mais, que somos filhos de Deus criados a sua semelhança e não podemos deixar de reconhecer que fomos criados à sua semelhança e precisamos que nossa vida diária se enriqueça com muita Oração e Ação. Os nossos grandes problemas estão cada dia aumentando a partir da célula familiar, são muitas coisas fáceis de evitar mas estamos vendo uma histeria pela agressividade.

Devemos ter a humildade de agradecer a Deus tudo que nos oferece, concedendo ou não nossos pedidos, em positiva manifestação de nossa gratidão pelas nossas vidas, das pessoas que amamos, familiares e amigos. Talvez a linguagem aqui usada não seja tão objetiva para que se faça mais fácil compreender o que está sendo dito e por isso concluímos repetindo que tudo isso tem início no seio da família, e esta familia que ouvimos ditar pedindo ao Senhor a presença de uns na vida dos outros, ajudando-se em cada lar.

Ultimamente com sérios problemas de saúde não tenho deixado de pensar sobre estas questões e uma das riquezas que adquiri mesmo no meio de tantas tribulações é que precisamos muito combater o bom combate pela solidez e crescimento de valores familiares decorrentes do que sabemos ser devido fazer e diante de momentos difíceis tive a fortuna de em momento tão delicado passar a fazer parte da ADFAS, que é uma instituição que enriquece e torna cada dia mais abençoada a vida dos que fazem parte das suas fileiras, criada recentemente e já presente praticamente em todo mundo.

A ADFAS deve ser fortalecida e louvada, prestigiada, sua criadora a brilhante jurista, humanista, professora Regina Beatriz Tavares da Silva, que esperamos receba, em todos os instantes de sua vida, a inspiração e a força que inaugura uma dinâmica de grandeza, bom senso e pluralidade de conquistas contra os malefícios intencionais, tóxicos, que alguns defendem mas que sob o comando dessa líder que já possibilitou grandes progressos e melhoras na defesa das leis e de todos as normas necessárias ao aperfeiçoamento e engrandecimento da vida humana, familiar e social.

“O documento em cópia oferecido para prova poderá ser declarado autêntico pelo próprio advogado sob sua responsabilidade pessoal”.